Publicidade

Eletrobras: gráficos que mostram como votaram (e quem traiu) os partidos na privatização das distribuidoras

Deputados dos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima, onde estão localizadas as distribuidoras da Eletrobras que devem ser privatizadas no próximo dia 26, votaram contra a venda das empresas na última quarta-feira no Plenário da Câmara dos Deputados. Os dados mostram, contudo, que o PL 10.332/18, do governo federal e que teve relatório do deputado Julio Lopes (PP/RJ),  teve a maioria dos votos nos demais estados. 

Mapa da aprovação do PL (% de SIM) – Os deputados – que registraram presença e votaram –  pelo Amapá, Goiás e Rio Grande do Norte  atingiram a adesão de 100%  na proposta de venda das distribuidoras da Eletrobras. 

Mapa do Não (%) – Os parlamentares da região Norte foram os que mais registraram oposição ao projeto. Parte das distribuidoras está por lá, diga-se de passagem.

Teve traição. Em mais de uma bancada teve deputado votando contra a orientação do partido. Maior bancada, o MDB – partido do presidente Michel Temer – foi também o mais traído. Os partidos de esquerda, tirando o PDT, votaram coesos contra a proposta. Mas DEM, PSDB, entre outros, também foram traídos.




Comentários no Facebook