Publicidade

Top 10 das plataformas brasileiras

A produção de petróleo no Brasil cresceu 3% no mês de setembro e ficou em 2,65 milhão de barris por dia, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo divulgados nesta quarta-feira (1/11).  A produção de gás natural totalizou 114 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), um aumento de 1,9% em relação ao mês anterior. 

A produção do pré-sal foi de 1,67 milhão de barris de óleo equivalente por dia, aumento de 6,6% em relação ao mês anterior. A produção, a partir de 82 poços, foi de 1,351 milhão de barris de petróleo por dia e 52 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia e correspondeu a 49,8% do total produzido no Brasil. 

O FPSO Cidade de Itaguaí, afretado pela Petrobras com a Modec, foi a unidade com a maior produção em setembro. A partir de seis poços, produziu 145,5 mil barris por dia de petróleo e 7,1 milhão de m3 por dia de gás natural.

O ranking com as 10 plataformas que mais produziram em setembro contempla cinco campos, sendo que Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, possui metade das unidades. Sapinhoá, campo vizinho de Lula, tem outras duas plataformas na lista das dez mais.

No pós-sal, o FPSO P-58, instalado no campo de Jubarte, principal produtora em agosto, figura agora como sexta unidade de produção do país. As outras duas unidades estão instaladas nos campos de Roncador (P-52) e Marlim (P-40). Essas são as duas únicas plataformas da lista que não são do tipo de FPSO. As unidades semissubmerssíveis são operadas pela própria Petrobras.

Veja abaixo o ranking feito a partir de dados da ANP:

 

Comentários no Facebook

Saiba mais