Publicidade

Statoil compra participação da QGEP em Carcará

A Statoil adquiriu 10% da participação da Queiroz Galvão E&P no bloco exploratório BM-S-8, no cluster do pré-sal da Bacia de Santos, por US$ 379 milhões. Com o acordo, a petroleira norueguesa, que já havia comprado 66% e a operação do bloco da Petrobras por US$ 2,5 bilhões, passa a ter 76% de participação no projeto. Galp (14%) e Barra Energia (10%). continuam sócias da norueguesa.

“Considerando o período de tempo em que mantivemos esse ativo e a falta de visibilidade em relação à efetiva data do primeiro óleo, concluímos que a transação é consistente tanto com nossa política de gerenciamento de risco como com o nosso compromisso de gerar valor ao acionista, e com isso aceitamos a oferta da Statoil. Além da entrada de recursos, a QGEP será beneficiada com a redução significativa de CAPEX de médio e longo prazos”, afirmou Lincoln Guardado, CEO da QGEP.

A QGEP agora pode utilizar os recursos, que serão pagos assim que a operação for aprovada pelos órgão governamentais, para aquisição de novas áreas nos leilões deste ano.

“Esta aquisição é mais uma prova de nossa confiança no Brasil, uma área chave para a Statoil. Ela também reforça nossa posição num ativo de primeira classe que tem grande compatibilidade com nossa competência e capacidade. A transação apoia a nossa estratégia de correr atrás de oportunidades de alto valor and baixo carbono”, diz Anders Opedal, presidente da Statoil no Brasil.

A QGEP anunciou também que a empresa Atlanta Field B.V., detentora do contrato de afretamento do FPSO Petrojarl I está em fase final de negociações com a Teekay Offshore para a entrega da unidade a ser alocada no Bloco BS-4. “Acreditamos que estamos perto de concluir um acordo que será mutuamente benéfico, visando assegurar o início da produção de óleo no Campo de Atlanta no primeiro trimestre de 2018.”, comentou Lincoln.

Editor-Chefe da Agência E&P Brasil

Comentários no Facebook

Saiba mais