Publicidade

Sai licença para 2D da Spectrum no Ceará

O Ibama emitiu a licença ambiental para a Spectrum realizar a aquisição de dados sísmicos 2D na Bacia do Ceará. A licença é válida até março de 2018 e condiciona os trabalhos ao uso da embarcação BGP Challenger.

Serão adquiridos dados em uma área total de 83.060 km, sendo a área de aquisição 7.990 km de linhas sísmicas 2D. A previsão é que a campanha, que será realizada em profundidade entre 350 e 600 m, dure 90 dias. O ponto mais próximo da área de atividade até a costa fica a 76 km do município de Itarema/CE. Será utilizado preferencialmente o Porto de Fortaleza para as operações de apoio à atividade sísmica.

Esta é a terceira licença para aquisição de dados sísmicos emitida pelo Ibama desde o fim de agosto. No dia 30 de agosto, foi liberada uma campanha  4D no campo de Ostra, operado pela Shell no Parque das Conchas, na Bacia de Campos, e no início deste mês, uma aquisição de dados 3D com nodes na área de Libra, primeira de partilha da produção no cluster do pré-sal da Bacia de Santos.

Comentários no Facebook