Publicidade

Quantas descobertas a ExxonMobil já fez na Guiana?

exxon-guyana

A ExxonMobil anunciou nesta sexta-feira (5/1) uma nova descoberta no offshore da Guiana com a perfuração do poço Ranger-1, no bloco Stabroek. A petroleira já descobriu 3,2 bilhões de barris equivalente recuperáveis no país da América do Sul. O poço, que atingiu 6,4 mil metros de profundidade, começou a ser perfurado em novembro e encontrou uma coluna de 70 m.

“Este último sucesso, feito em águas ultraprofundas da Guiana, ilustra nossas capacidades de exploração “, disse Steve Greenlee, presidente da ExxonMobil Exploration.

A Exxon é a operadora da área com 45% e tem como sócias a Hess (30%) e CNOOC (25%).


Mas quantas descobertas já foram feitas pela ExxonMobil na Guiana?

20 de maio de 2015

A Exxon Mobil anunciou descoberta de petróleo no Stabroek Block, localizado a aproximadamente 120 milhas offshore da Guiana. O poço encontrou mais 90 metros de reservatórios de arenito de alta qualidade. O poço atingiu profundidade de 5.433 metros

30 de junho de 2016

A Exxon Mobil anunciou que os resultados de perfuração do poço Liza-2, o segundo poço de exploração no bloco Stabroek, na costa da Guiana, confirmam uma descoberta com um recurso recuperável entre 800 milhões e 1,4 bilhões de barris equivalentes de petróleo.  

12 de janeiro de 2017 

A ExxonMobil anunciou resultados positivos do poço Payara-1, no offshore da Guiana. Payara é a segunda descoberta de petróleo da ExxonMobil no bloco Stabroek e foi perfurada em um novo reservatório. O poço Payara-1 encontrou reservatórios semelhantes com os que foram provados na descoberta Liza O poço atingiu 5.512 m de profundidade a 16 km da primeira descoberta.  

30 de março de 2017 

Anunciada nova descoberta com a perfuração do poço Snoek, que atingiu 5.175 metros. O poço foi perfurado a 9 km da primeira descoberta da área, feita com o poço Liza.

25 de julho de 2017 

A Exxon anunciou que descobriu petróleo adicional no reservatório de Payara na costa da Guiana, aumentando a descoberta total de Payara para aproximadamente 500 milhões de barris equivalentes de petróleo. Estes resultados aumentam o volume recuperável bruto estimado para o bloco Stabroek para entre 2,25 bilhões de barris equivalentes de petróleo e 2,75 bilhões de barris equivalentes de petróleo. 

5 de outubro de 2017 

Anunciada a quinta descoberta de petróleo na região depois da perfuração do poço Turbot-1. O poço foi perfurado a 50 km do poço pioneiro Liza e atingiu 5622 metros.

 E quando começa a produção?  

Em 20 de dezembro de 2016, a Exxon anunciou que contratou com a SBM Offshore o afretamento de um FPSO para a produção na área de Liza. A empresa iniciou a conversão da unidade de produção no Estaleiro Keppel, em Singapura. A unidade terá capacidade para produzir 120 mil barris por dia de petróleo e deve iniciar a produção em 2021.

Liza e Mero

A descoberta de Liza, que tem volume recuperável estimado em 3,2 bilhões de barris de óleo equivalente é similar – em volume – a feita pelo consórcio Petrobras, Shell, Total, CNOOC e CNPC na área de Mero, primeira de partilha da produção do país. A chinesa CNOOC é o elo de ligação entre os dois projetos, com participação minoritária nos dois campos.

Por aqui, Mero também já tem um FPSO contratado para a produção em 2021. A unidade, que foi afretada à Modec, terá capacidade para produzir 180 mil barris por dia de petróleo e comprimir 12 milhões de m3/dia de gás natural e deve participar sua produção também em 2021.


Comentários no Facebook

Saiba mais