Publicidade

PT foi o partido que mais apresentou emendas nas MPs da PPSA e Eletrobrás

MPs da Eletrobrás e da PPSA receberam mais de uma centena de emendas – Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O Partido dos Trabalhadores apresentou 28 emendas ao textos das Medidas Provisórias 811 e 814, que falam sobre a liberação da PPSA para comercialização de petróleo da União e retira a proibição para privatização da Eletrobrás, respectivamente. O prazo para apresentação de emendas terminou no último sábado (10/5) e agora as MPs aguardam a definição das comissões e seus respectivos presidentes e relatores.

A MP da Eletrobrás recebeu quase uma centena de emendas. Foram ao todo 96 emendas de 37 parlamentares. O deputado Evandro Roman (PSD/PR) foi o parlamentar que mais apresentou emendas, ao todo 11. Antonio Carlos Mendes Thames (PV/SP) vem em seguido com 10 emendas apresentadas.

A Medida Provisória 811/17, que libera a Pré-Sal Petróleo para contratar comercializadora para a parcela do petróleo da União nas áreas do pré-sal, recebeu 32 emendas parlamentares de 13 deputados federais e um senador.  Apenas o senador Lindbergh Farias (PT/RJ) apresentou emendas ao projeto. Ato todo o parlamentar fluminense enviou quatro emendas. 

O deputado Antonio Caros Mendes Thame (PV/SP) foi o deputado que mais apresentou emendas ao projeto, ao todo quatro. Todas as emendas do parlamentar estão ligadas ao mercado de gás natural. Na primeira pretende garantir aos autoprodutores e autoimportadores do energético  seu caráter de serviço privado.






Comentários no Facebook

Saiba mais