Publicidade

Petróleo WTI reduz perdas após dados sobre estoques

Investing.com – O petróleo West Texas Intermediate reduzia as perdas nas negociações desta quarta-feira na América do Norte após dados terem mostrado uma redução maior do que se esperava nos estoques norte-americanos.

Contratos de petróleo bruto com vencimento em julho na Bolsa Mercantil de Nova York recuavam US$ 0,25, ou cerca de 0,3%, e o barril era negociado a US$ 71,06 às 11h32, o que se compara a US$ 70,78 antes do relatório.

+ Sem quórum, governo não consegue votar MP 811. Nova tentativa será hoje
+ Produção no pré-sal pode parar sem MP 811
+ Mais cessão onerosa. Novos secretários no MME

A Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) afirmou em seu relatório semanal que os estoques de petróleo bruto tiveram redução de 1,404 milhão de barris na semana que se encerrou em 11 de maio. Analistas de mercado esperavam que os estoques de petróleo bruto tivessem redução de 0,763 milhão de barris, ao passo que o Instituto Americano de Petróleo informou na terça-feira um aumento de apenas 4,845 milhões de barris.

O estoque em Cushing, Oklahoma, o principal ponto de entrega para o petróleo bruto da Nymex, teve aumento de 0,053 milhão de barris na última semana, informou a EIA. O total dos estoques de petróleo bruto nos EUA ficou em 432,4 milhões de barris na semana passada, o que a EIA considera estar na “metade inferior da faixa média para esta altura do ano”.

O relatório também mostrou que os estoques de gasolina tiveram redução de 3,790 milhões de barris, o que se compara às expectativas de 1,421 milhão de barris de redução, ao passo que estoques de destilados diminuíram em 0,092 milhão de barris, o que se compara às projeções de 2,155 milhões de barris de redução.

Do outro lado do Atlântico, contratos de petróleo Brent com vencimento em agosto na Bolsa de Futuros ICE (ICE Futures Exchange) em Londres tinham queda de US$ 0,05, ou cerca de 0,1%, e eram negociados por US$ 78,38 o barril às 11h37, o que se compara a US$ 77,85 antes da divulgação do relatório.

Dessa forma, o ágio do Brent em relação ao WTI ficou em US$ 7,15 o barril às 11h38, o que se compara à diferença de US$ 7,12 no fechamento do pregão de terça-feira.

Os dados dos estoques foram divulgados depois que a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) apresentou seu próprio relatório mensal na quarta-feira. A IEA reduziu sua perspectiva global de crescimento da demanda de 1,5 milhão de barris por dia para 1,4 milhão de barris por dia devido ao aumento dos preços. Sanções iminentes contra o Irã, membro da Opep, a serem impostas pelos Estados Unidos contribuíram para o aumento dos preços do petróleo e o mercado deverá se contrair durante o restante do ano, disse a agência.

Investidores continuavam a avaliar as implicações do presidente Donald Trump ter saído do acordo nuclear com o Irã no início deste mês.

Participantes do mercado esperam amplamente que as sanções impostas levem a uma oferta mundial mais reduzida de petróleo, já que tornam mais difícil para o Irã exportar petróleo.

O Irã, que é um grande produtor de petróleo do Oriente Médio e membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), retomou seu papel como um grande exportador de petróleo em janeiro de 2016, quando as sanções internacionais contra Teerã foram removidas em troca de restrições ao programa nuclear iraniano.


Comentários no Facebook

Saiba mais