Publicidade

BS-4: Moreira Franco anuncia licença para produção

O FPSO Petrojarl I será responsável pela produção da QGEP na Bacia de Santos

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, usou as redes sociais nesta quarta-feira (25/4) para anunciar a liberação da licença ambiental para o FPSO Petrojarl I, que fará um Sistema Antecipado de Produção no campo de Atlanta, projeto operado pela Queiroz Galvão E&P, e para o FPSO P-77, que vai produzir no campo de Búzios, área da cessão onerosa, a partir do próximo ano.

Ainda de acordo com o ministro, foi liberada licença ambiental para realização de campanhas sísmica no Parque das Baleias, na Bacia de Campos, operado pela Petrobras. As licenças ainda não estão disponíveis no banco de dados Ibama, órgão ambiental que faz parte do Ministério do Meio Ambiente. 

A Queiroz Galvão E&P aguarda a emissão da licença de operaçao para começar – ainda em abril – a produzir em Atlanta. O FPSO Petrojarl I, afretado pela empresa à Teekay Offshore, deve ser a segunda unidade de produção a entrar em operação na Bacia de Santos este ano. Mais seis plataformas estão previstas ainda para 2018, como mostra abaixo a ferramenta de FPSOs da E&P Brasil.

O projeto será o primeiro desenvolvimento feito por uma operação privada da bacia.  A expectativa é que a produção atinja 20 mil barris por dia de petróleo a partir de dois poços. Todo o petróleo será comprado pela Shell.

O campo de Atlanta é operado pela QGEP com 30% de participação. A empresa tem como sócias a Barra Energia (30%) e a Dommo Energia (40%). O projeto é alvo de uma disputa societária.

+ O que o FPSO Petrojarl I vai testar em Atlanta?

+13 campanhas para aquisição de dados sísmicos em licenciamento




Comentários no Facebook