Publicidade

Top 10 das plataformas brasileiras

O Brasil produziu em agosto, de acordo com dados da ANP, 2,57 milhões de barris por dia de petróleo. Quase metade dessa produção, 1,2 milhão de barris por dia, é obtida por dez das 143 plataformas instaladas no offshore brasileiro.

A plataforma P-58, instalada no Parque das Baleias, na parte capixaba da Bacia de Campos, é a principal plataforma produtora do país, com produção de 158 mil barris por dia e 4,7 milhões de m3/dia de gás natural.

BannerNewsletter

O ranking com as 10 plataformas que mais produziram em agosto contempla seis campos, sendo que Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, possui metade das unidades. Sapinhoá, campo vizinho de Lula, tem outras duas plataformas na lista das dez mais.

As outras duas unidades estão instaladas nos campos de Roncador (P-52) e Marlim (P-40). Essas são as duas únicas plataformas da lista que não são do tipo de FPSO. As unidades semissubmerssíveis são operadas pela própria Petrobras.

Veja o TOP 10 de plataformas no offshore brasileiro: 

As demais sete são unidades afretadas. A SBM Offshore, que está impedida de contratar com Petrobras desde 2015, é responsável por quatro das dez principais unidades de produção da estatal, com 500 mil barris por dia de petróleo e A japonesa Modec responde pelas outras três unidades do raking, que produzem 356 mil barris por dia de petróleo.

Os números indicam que as plataformas instaladas no pré-sal demandam em média sete poços para atingir pico de produção. Na Bacia de Campos, onde estão os grandes projetos de produção do pós-sal, como Marlim e Roncador, os campos precisam de 13 a 16 poços por plataforma para entrarem no ranking das dez mais produtivas.

Planilha 1-2

 

 

 

 

Comentários no Facebook

Saiba mais